Palestrantes

Palestra Magna - Profº. Drº. Alexandre Kalache

O médico e gerontólogo Alexandre Kalache é presidente do Centro Internacional de Longevidade Brasil (International Longevity Centre Brazil - ILC-BR) e co-diretor da Age Friendly Foundation. É PhD em epidemiologia pela Universidade de Oxford, fundador da Unidade de Epidemiologia do Envelhecimento da Universidade de Londres e criador do primeiro mestrado em Promoção da Saúde da Europa.

Kalache dirigiu o Departamento de Envelhecimento e Curso de Vida da Organização Mundial da Saúde (OMS), onde concebeu e publicou, em 2002, o Marco Político do Envelhecimento Ativo e, em 2005, a iniciativa Cidades Amigas do Idoso. Os dois referenciais são mundialmente reconhecidos e aplicados. Em todo o mundo, mais de mil iniciativas já incorporam a abordagem "amigável ao idoso" às políticas públicas de cidades, comunidades, estados, bairros, hospitais, unidades de atenção primária, entre outras. Alexandre Kalache integra conselhos em diversas partes do mundo, atua como consultor em diferentes países e é professor em cinco universidades no exterior.

Pedagoga, professora aposentada do Ensino Fundamental (nível I) e especialista em alfabetização de crianças, jovens e adultos. Iniciou sua militância na proteção dos Direitos da Pessoa Idosa em 2009, quando ingressa como conselheira no Grande Conselho Municipal do Idoso (GCMI) e integra a Secretaria Executiva.

Presidente do Grande Conselho Municipal do Idoso, ocupou o cargo até 2014. Marly Feitosa retornou, em 2016, ao Grande Conselho como integrante da Secretaria Executiva. Em 2018 é eleita pela segunda vez presidente do Grande Conselho Municipal do Idoso, cargo que ocupa atualmente.

Marly Augusta Feitosa da Silva

Graduado em jornalismo, mestre e consultor de Reiki pela WGS. Atuou em diversos veículos de comunicação como diretor musical, radialista da Rádio Digital FM, Cia M. D. Nicolau e Gazeta Mercantil. Atualmente  desenvolve importantes trabalhos como Conselheiro Municipal - Região Centro para GCMI, além disso participa de Cipats, Assembleias, Fóruns e Escolas, onde ministra palestras sobre recuperação do Alcoolismo e sobre a história de um corretor da bolsa de valores de New York com a temática “De Vencido a Vencedor”

Antonio Mariano

É participante das atividades relacionadas à Comissão do Idoso e Assistência Social, da Câmara Municipal de São Paulo. É usuária dos serviços públicos, realiza trabalhos voluntários, faz parte de grupos que trabalham bem-estar, fortalecimento de vínculos e promoção da autonomia, além disso é mãe de duas filhas, tem duas netas e mora na Vila Guilherme há mais de 30 anos.

Vera Lucia Martins da Silva

É química e mestre em Ecologia Urbana, doutora em Poluição atmosférica.  Atualmente ativista e voluntária de vários coletivos: CADES VM como conselheira representante da sociedade civil, atuando nos projetos: Projeto Piloto Arborização de Calçadas junto à Secretaria do Verde e do Meio Ambiente (SVMA) e o Municipalidades em Transição com a parceira da Subprefeitura da Vila Mariana e Programa Ecobairro. Cofundadora da Associação de Moradores da Vila Mariana. Nucleadora do Instituto Ecobairro nas dimensões política, meio ambiente e educação. Apoiadora do coletivo Chácara das Jaboticabeiras. Formação completa nos programas em Design para Sustentabilidade e Treinamento para Tutores pelo GAIA Education. Membro da Comissão Especial para Acompanhamento e Contribuições para as Concessões de Áreas Verdes e de Conservação Ambiental da cidade de São Paulo dentro da  SVMA.

Magda Beretta

Fernando Campos Araujo

Graduado em Administração de Empresas, Consultor Administrativo para recursos médicos. Atua na área comercial de recurso, operadoras de serviços de saúde, seguradoras e empresas de autogestão em  saúde. É voluntário do Voluntariado Médico do Cangaíba.

Dr. Marcelo Schulman

Farmacêutico especialista em tecnologia de cosméticos pela Faculdade Oswaldo Cruz. Master em dermofarmácia e cosmetologia pela Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Universidade de Barcelona. Criador e coordenador do projeto Academia-Indústria-Mercado para as universidades federais, estaduais e particulares, integradas à indústria e mercado, como estágio. Criador e coordenador do projeto Indústria Escola e Clínica Escola, junto ao ISIC (Instituto Schulman de Investigação Científica). Criador e ex-coordenador do curso superior de farmácia da Faculdade Anhembi Morumbi do grupo Laureate. Criador e ex-coordenador do curso superior de estética da Faculdade Anhembi Morumbi do grupo Laureate. Coordenador Científico do ISIC (Instituto Schulman de Investigação Científica). Criador e ex-coordenador do curso de extensão livre de estética, das Faculdades Oswaldo Cruz – SP.         Membro do Conselho de Farmácia Estética no Conselho Regional de Farmácia – CRF-SP. Palestrante Nacional e Internacional para as áreas de Beleza e Saúde, em cursos e congressos no mundo todo e Presidente da Vita Derm Cosméticos.

Sandra Gomes

Graduada em Fonoaudiologia pela PUC-SP. Mestre em Gestão e Políticas Públicas na Fundação Getúlio Vargas, é também Especialista em Gerontologia pela Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia (SBGG). Experiência acadêmica/docência no Hospital Albert Einstein (São Paulo, Pará, Rio de Janeiro e Paraná), Hospital Oswaldo Cruz, Faculdade São Camilo, Instituto Sedes Sapientiae, Universidade da Maturidade da PUC-SP e professora convidada do Curso de Gerontologia da EACH-USP.

Sandra é coordenadora de Políticas para Pessoas Idosas, da Secretaria de Direitos Humanos e Cidadania da Prefeitura de São Paulo, e tutora e docente do Curso de Atenção à Saúde do Idoso da Telemedicina da Faculdade de Medicina da USP. Esteve coordenadora-geral dos Direitos do Idoso da Secretaria dos Direitos Humanos no governo federal e vice-presidente do Conselho Nacional dos Direitos do Idoso (CNDI). Criou o Disque 100 – Módulo Idoso, elaborou a Lei do Fundo Nacional do Idoso e o Decreto Presidencial Compromisso Nacional de Envelhecimento Ativo. Foi consultora do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e da Secretaria Estadual da Saúde na implantação do Programa São Paulo Amigo do Idoso, e também responsável pela Campanha e Programas de Prevenção de Acidentes em Idosos em 18 Estados brasileiros.

Profª. Bibiana Graeff

Possui graduação em Ciências Jurídicas e Sociais pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2002), mestrado em Direito Ambiental (Dea Droit de l'environnement) pelas Universités de Paris 1 - Panthéon Sorbonne e de Paris 2, Panthéon-Assas (2003) e doutorado em Direito pela Université de Paris 1, Panthéon-Sorbonne e pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2008), em regime de co-tutela. 

Prof. Dr. Luiz Roberto Ramos

Médico formado pela Escola Paulista de Medicina, fez doutorado em Gerontologia na Universidade de Londres, pós-doutorado em Psicogeriatria na Universidade de Harvard e livre docência de Geriatria na própria Universidade Federal de São Paulo. Coordena desde 1990 o Centro de Estudos do Envelhecimento, voltado para o entendimento da longevidade humana e dos fatores associados ao envelhecimento saudável.

Coordenador do estudo populacional com idosos da Vila Clementino, em São Paulo, seguidos há 28 anos sob uma ótica transdisciplinar. É professor titular de Medicina Preventiva na Escola Paulista de Medicina/UNIFESP, já orientou dezenas de doutorados e mestrados e publicou mais de 160 trabalhos científicos sobre o tema do envelhecimento. Já foi coordenador do Programa Nacional de Saúde do Idoso do Ministério da Saúde e consultor de planos de saúde para a assistência a saúde do idoso.

Yeda Duarte

Enfermeira, gerontóloga e professora associada da Universidade de São Paulo, é coordenadora do Estudo SABE - Saúde, Bem estar e Envelhecimento, estudo longitudinal de múltiplas correntes sobre as condições de vida e saúde dos idosos residentes no município de São Paulo. Coordenadora do inquérito nacional sobre as instituições de longa permanência (ILPIs) cadastradas no Censo SUAS e criadora do primeiro curso de Bacharelado em Gerontologia do Brasil sediado na EACH-USP.

Oriana Jara Maculet

Imigrante chilena radicada em São Paulo, é graduada em Biblioteconomia pela Universidade do Chile (1972), socióloga com Licenciatura no Instituto Latinoamericano de Doctrina  y Estudios Sociales - Santiago de Chile (1975), Master em Sociologia da Educação - Universidade Francisco Marroquin- Guatemala (1979) e Psicologia Social pela Escola Pichon Rivière - Buenos Aires, Argentina (1990). Fundadora e diretora responsável pelo Projeto Presença da América Latina (PAL), ONG criada em 2004.

Atualmente é presidenta, diretora e  membro fundador de ESF - Espaço Sem Fronteiras, organização articuladora do tema migrações no continente latino-americano.  Diretora responsável do Projeto Memória Social, Mulher Latina você  é parte: não fique aparte, 2010.

Tuca Munhoz

Assessor técnico da São Paulo Transportes (SPTRANS) para a acessibilidade das pessoas com deficiência e mobilidade reduzida no sistema de transporte coletivo municipal. Tuca foi secretário adjunto da Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida de São Paulo (2013/2016) e consultor em Políticas Públicas para Pessoas com Deficiência em diversos órgãos públicos: Ministério do Desenvolvimento Social, Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República, Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo, entre outros. 

Consultor especializado em Acessibilidade e Mobilidade Urbana para pessoas com deficiência e mobilidade reduzida junto à Fundação Vanzolini, parecerista de projetos sociais junto à Fundação Volkswagen, e realizador e locutor do programa de rádio Minuto da Inclusão - comunicação e informação para as pessoas com deficiência e suas famílias. O programa ficou no ar de 2007 a 2017, veiculado por mais de 200 rádios em todo o Brasil e América Latina. 

Membro da coordenação da Red Ecumenica en Defensa de las Personas con Discapacidad en América Latina, EDAN, e da coordenação da Pastoral das Pessoas com Deficiência da Arquidiocese de São Paulo.

Diego Felix Miguel

Mestre em Filosofia (USP), Especialista em "Gerencia de Salud para Personas Mayores" (OPAS/OMS) e Especialista em Gerontologia pela SBGG. Atualmente gerencia o Convita, centro de convivência do Patronato Assistencial Imigrantes Italianos que há mais de 70 anos atua com pessoas idosas italianas e descendentes.

Atua como professor em cursos de pós-graduação em Gerontologia e está como membro suplente do Conselho Estadual do Idoso de São Paulo. É padrinho da ONG EternamenteSou, primeira organização social do Brasil a atuar e dar visibilidade para as Velhices LGBT. 

Dr. Alexandre Silva

Doutor em Saúde Pública pela Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (USP) e professor adjunto do Departamento de Saúde Coletiva da Faculdade de Medicina de Jundiaí (FMJ). Alexandre Silva é Mestre em Reabilitação pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) e Especialista em Gerontologia pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP).

Professor Adjunto do Departamento de Fisioterapia da Universidade Cruzeiro do Sul, é membro dos Grupos de Trabalho Racismo e Saúde e Envelhecimento e Saúde Coletiva da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco) e membro do Centro Internacional de Longevidade (ILC-Brasil) - Ponto focal Desigualdades raciais, de gênero e sociais no envelhecimento. 

Marília A. Viana da Silva Berzins

Assistente social, Mestre em Gerontologia Social (PUC/SP), Doutora em Saúde Pública (FSP/USP) e Especialista em Gerontologia (SBGG). Funcionária pública municipal aposentada (PMSP/SP), é presidente do OLHE – Observatório da Longevidade Humana e Envelhecimento e coordenadora do Curso de Formação de Cuidador de Idosos.

Organizadora dos livros “Rompendo o Silêncio: Faces da Violência na Velhice” e “Políticas Públicas para um País que Envelhece”, Marília Berzins é professora de diversos cursos de especialização em Gerontologia, consultora técnica em Gerontologia e membro titular do Conselho Estadual do Idoso/SP.

Gioia Matilde Alba Tumbiolo Tosi

Bacharel em Administração de Empresas pela EAESP-FGV, especialista em Educação Fiscal e Cidadania pela Escola de Administração Fazendária (ESAF) e

Mestre em Gestão de Políticas Públicas na Universidade de São Paulo (USP).

Áurea Soares Barroso

Pedagoga, Especialista em Gerontologia pela SBGG, Mestre em Gerontologia, Doutora em Serviço Social e Pós-Doutora em Ensino. Ministrou seminários sobre Envelhecimento e Políticas Sociais no Programa de Pós-Graduação no Mestrado em Serviço Social do Instituto Superior Miguel Torga, em Coimbra, Portugal. Pesquisadora em projetos apoiados pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, Fundação de Amparo à Pesquisa de São Paulo, Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados, Unfpa e Unesco com produção e ênfase em Gerontologia, Assistência Social e Educação.

Consultora da Unesco em algumas oportunidades, elaborou índice sobre as condições de vida dos idosos nos municípios paulistas em parceria com a Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (SEADE). Membro da SBGG e da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação, Áurea Barroso é parecerista de periódicos de alto impacto, integra bancas de Mestrado, Doutorado e Monografias em diversas Universidades. Possui experiência em pesquisa, docência e gestão pública.

©2020 por Congresso Envelhecimento Ativo.